Ciclismo (virtual), em direto, de regresso ao Eurosport

De 4 a 8 de maio o Eurosport 1 vai transmitir, em direto, das 14h às 16h o Tour for All, uma corrida virtual que conta com algumas das melhores equipas do mundo.
Carlos Pinto
Ciclismo (virtual), em direto, de regresso ao Eurosport
Ciclismo (virtual), em direto, de regresso ao Eurosport

O ciclismo em direto está de volta ao Eurosport, ainda que de uma forma diferente do habitual, com o Tour for All, uma série de corridas virtuais discutidas entre equipas e ciclistas profissionais na plataforma Zwift. A Tour for All realiza-se de 4 a 8 de maio e tem transmissão garantida em direto nos canais e plataformas digitais do Eurosport.

Com o mundo do desporto obrigado a uma pausa devido aos receios de contágio do COVID-19, o Eurosport e a Global Cycling Network (GCN) proporcionam aos milhões de fãs de ciclismo do mundo inteiro uma experiência diferente com a transmissão do Tour for All.

As etapas da corrida, tanto masculinas e femininas, serão emitidas diariamente de 4 a 8 de maio no Eurosport 1 entre as 14h e 16h (e nas restantes plataformas digitais do canal) e contarão com algumas das melhores equipas do mundo como a Deceuninck-Quick Step, Trek-Segafredo, Movistar Team, Canyon//SRAM Racing e a Boels Dolmans.

As equipas, compostas por 25 elementos, terão de conquistar pontos ao longo da semana enquanto o vencedor da etapa individual terá direito a um capacete de líder e um número colorido para se destacar. Haverá ainda outros pontos disponíveis em jogo, por exemplo em metas volantes. Os primeiros 10 classificados da Etapa Rainha (5.ª etapa) ganharão pontos a dobrar. As tiradas diárias variam aproximadamente entre os 45 e os 75 quilómetros e têm variações de altitude entre os 400m e os 1700m. Estima-se que os ciclistas completem os percursos entre 1h15 e 2h, dependendo da distância e das elevações do percurso em cada etapa. Os resultados finais serão baseados no número de pontos conquistados e nos resultados das equipas a cada etapa.

O Tour for All professional racing series da Zwift dá inicio a uma inciativa de longa duração com o objetivo de angariar fundos para a organização Médicos Sem Fronteiras e para o fundo de crise COVID-19. A Zwift doará 125.000 dólares podendo o valor duplicar quando 250.000 pessoas completarem uma etapa do Tour for All.

Mais informações sobre o Tour for All da Zwift pode ser encontrado em - zwift.com/tfaride e zwift.com/tfarun. Para mais informações sobre os Médicos Sem Fronteiras ou Médecins Sans Frontières (MSF) consulte a página www.msf.org.

Detalhes das Etapas do Tour for All

4 de maio - Etapa 1

Percurso: Innsbruckring, Innsbruck. Elevação: 72m. Distância: 52.9 quilómetros. Etapa de estreia praticamente em linha com algumas subidas curtas, mas duras em sequência.

5 de maio - Etapa 2

Percurso: Cobbled Climbs, Richmond. Elevação: 126m. Distância: 46.2 quilómetros. Etapa de média montanha com subidas duras em percursos de empedrado.

6 de maio - Etapa 3

Percurso: Medio Fondo, Watopia. Elevação: 981m. Distância: 72.9 quilómetros. Etapa de alta montanha com passagem pelo mar, aldeias italianas, selva Maia e ascensão a um vulcão num mundo de ficção.

7 de maio - Etapa 4

Percurso: Sand and Sequoias, Watopia. Elevação: 147m. Distância: 42.6 quilómetros. Dia mais relaxado para as pernas recuperarem. Etapa plana entre cenários de floresta e deserto, mas que promete ser muito veloz. Antecede a Etapa Rainha.

8 de maio - Etapa 5

Percurso: Quatch Quest, Watopia, Watopia. Elevação: 1710m. Distância: 46.5 quilómetros. Etapa Rainha e mais dura de todas as cinco. É de alta montanha e termina no Alpe du Zwift.

Equipas em competição

Homens:

Alpecin-Fenix, Bahrain-McLaren, CCC Team, Groupama FDJ, Israel Start-Up Nation, NTT, Pro Cycling Team, Rally Cycling, Team Cofidis, Mitchelton-SCOTT, EF Education First Pro Cycling

Senhoras:

Boels Dolmans, Canyon/SRAM Racing, CCC-Liv, Drops, FDJ Nouvelle – Aquitaine, Futuroscope, Team Twenty20, Tibco, Rally Cycling