comitium

Volta a França adia a partida desde a Dinamarca para 2022

A decisão de alterar a data do Tour de 2021, para não coincidir com a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio, provocava a partida da prova numa altura em que Copenhaga iria receber o Europeu de Futebol.

Agência EFE

Volta a França adia a partida desde a Dinamarca para 2022
Volta a França adia a partida desde a Dinamarca para 2022

A partida da Volta a França desde Copenhaga prevista para 2021 vai ser adiada um ano, segundo informações da sociedade dinamarquesa encarregada de organizar esta partida.

Esta decisão visa não coincidir com a disputa das provas de ciclismo dos Jogos Olímpicos de Tóquio, o que faz com que a partida da prova acontecesse justamente quando Copenhaga fosse também uma das sedes do Europeu de Futebol.

O autarca de Copenhaga, Frank Jensen, ficou satisfeito por ter alcançado um acordo com a Amaury Sport Organization (ASO), organizadora do Tour.

Os organizadores da parte dinamarquesa não esperam que o adiamento implique mudanças nas três etapas previstas na Dinamarca: um contrarrelógio em Copenhaga e duas etapas em linha em Roskilde-Nyborg e Vejle-Sønderborg.

A Dinamarca será o décimo país a receber a partida do Tour, que já começou na Holanda, Bélgica, Alemanha, Suíça, Luxemburgo, Espanha, Irlanda, Reino Unido e Mónaco.

Nossos destaques