Quatro portugueses nos Mundiais de Ciclismo de Pista

Maria Martins, João Matias, Ivo Oliveira e Iuri Leitão competem neste último evento que pode garantir a presença nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.
Eurosport e Carlos Pinto / Foto: Getty Images -
Quatro portugueses nos Mundiais de Ciclismo de Pista
Quatro portugueses nos Mundiais de Ciclismo de Pista

A seleção portuguesa de ciclismo de pista apresenta-se com quatro atletas nos Campeonatos do Mundo, que arrancam esta quarta-feira em Berlim, Alemanha, e têm transmissão garantida no Eurosport. Nesta última prova pontuável para o “ranking”, que decide o apuramento olímpico, Portugal faz-se representar por Maria Martins, nas senhoras, e Ivo Oliveira, Iuri Leitão e João Matias, nos homens.

Com uma vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 já matematicamente assegurada nas senhoras, no omnium, a luta no setor masculino promete ser mais dura.

Em declarações à Lusa, o selecionador nacional Gabriel Mendes explicou que a missão no setor masculino depende de “trabalhar para registar o maior número de pontos” e esperar conseguir a distância necessária “para os concorrentes diretos”.

O objetivo é claro, fazer o que controlamos. Levamos três atletas que têm dado boa resposta em situações exigentes, são bastante trabalhadores e esforçados. Vamos deixar tudo em pista até à última volta para atingir os objetivos” , afirmou o técnico.

Dos quatro atletas, a primeira a entrar em ação é Maria Martins, na disciplina de scratch, antes de enfrentar a “prioridade” do omnium na sexta-feira e de encerrar a participação já no domingo, na corrida por pontos.

A seleção masculina só entra em ação no fim de semana, com o omnium no sábado, ao longo do dia, e a corrida do madison no domingo, último dia dos Mundiais.

O grande ausente destes Mundiais é Rui Oliveira, que fraturou a clavícula no início do ano, tendo sido substituído por Iuri Leitão.

É possível acompanhar a prestação dos ciclistas portugueses nos Campeonatos do Mundo em Berlim, nos canais Eurosport e no Eurosport Player de 26 de fevereiro a 1 de março. Os comentários ficam a cargo de Gonçalo Moreira e Paulo Martins.