Imola (Itália), será a sede do Campeonato do Mundo de estrada 2020

Após o cancelamento do Mundial de Aigle-Martigny, a cidade italiana na região de Emilia-Romagna acolherá a prova, de 24 a 27 de setembro. Apenas haverá provas na categoria elite.
Carlos Pinto
Imola (Itália), será a sede do Campeonato do Mundo de estrada 2020
Imola (Itália), será a sede do Campeonato do Mundo de estrada 2020

Após vários rumores, finalmente a UCI confirmou esta manhã que a cidade italiana de Imola (na região de Emilia Romagna), será a sede do Campeonato do Mundo de Estrada UCI 2020, que decorrerá de 24 a 27 de setembro, mas somente com provas na categoria elite.

Desde o passado dia 12 de agosto que a UCI procurava uma nova sede para o Mundial, tendo entrado na luta a França e a Itália e não Portugal, como chegou a ser avançado por alguns blogues.

Segundo a UCI, "o programa de competição dos Mundiais foi adaptado tendo em conta a situação sanitária mundial (devido ao Covid 19). Deste modo, só serão disputadas as provas na categoria elite (contrarrelógio e em linha, tanto masculina como feminina)."

O motivo desta decisão prende-se com o facto de os melhores ciclistas das categorias Elite masculina e feminina já se encontrarem na Europa, ao contrário dos ciclistas mais jovens (juniores e sub-23) cujas delegações nacionais, num número significativo de casos, não poderiam viajar para a Europa devido às restrições de viagem impostas em inúmeros países.

Este é o programa oficial do Campeonato do Mundo de Estrada 2020:

  • 24 de setembro: Contrarrelógio individual elite femenina
  • 25 de setembro: contrarrelógio individual elite masculina
  • 26 de setembro: prova em linha elite femenina
  • 27 de setembro: prova em linha elite masculina