Nova Specialized Stumjumper: a rainha do Trail

Depois de termos mostrado a nova Stumpjumper EVO, chegou a vez de vos dar a conhecer a nova Stumpjumper, a qual é mais leve, eficiente, estável e divertida.
Carlos Pinto
Nova Specialized Stumjumper: a rainha do Trail
Nova Specialized Stumjumper: a rainha do Trail

Uma bicicleta de Trail deve subir e descer bem. A nova Stumjumper foi melhorada nesses dois aspetos e em muito mais... A geometria foi alterada pois as novas "regras" do trail ditam que uma bicicleta eficiente deve ter um curso relativamente curto, mas ser ao mesmo tempo agressiva. Para tal, os engenheiros da marca de Morgan Hill adotaram pormenores da nova Epic Evo e da Stumpjumper Evo. A altura do eixo pedaleiro ao solo foi ligeiramente reduzida e isto é uma boa notícia para o mercado português, onde a estatura média dos utilizadores é mais baixa do que a dos residentes na Europa Central.

Nova Specialized Stumjumper: a rainha do Trail

A nova versão está mais ágil e leve, e isso é notório logo no quadro, que passa a pesar 2.240g no tamanho S4, já com o amortecedor e a parafernália adjacente, ou seja, mais de 100g a menos face à versão anterior.

Nova Specialized Stumjumper: a rainha do Trail

Os tubos do quadro passam a ter mais partes ocas, para uma redução de peso, mas sem prejudicar a sua resistência e as dimensões das tuberias foram ajustadas. Por exemplo, as escoras são mais curtas. Além disso, a Specialized alega que usa o carbono mais leve e resistente que existe.

Esta bicicleta de trail com 130/140 mm de curso inclui o armazenamento SWAT que já conhecemos, o qual permite levar no interior do quadro tudo o que quisermos, incluindo um impermeável, ferramenta, etc. Tudo fica armazenado num compartimento que integra um exoesqueleto, o qual não permite que o conteúdo do sistema SWAT se mova em excesso.

Nova Specialized Stumjumper: a rainha do Trail

Disponível dos tamanhos S1 ao S6, tal como a Stumpjumper EVO, existem opções para todos os estilos de condução. Ou seja, os tamanhos mais pequenos têm comprimentos entre eixos mais curtos, mas mais manobralidade, enquanto os tamanhos maiores têm maior distância entre os eixos, mas são mais estáveis.

Tal como é hábito na marca, este modelo adota o conceito Rider First Engineered, em que, independentemente do tamanho, todos os utilizadores podem obter a mesma performance.

Quanto ao sistema de amortecimento, a pressão foi personalizada para esta bicicleta. Além disso, a marca adota o Missing Link, tecnologia na qual a ausência de pivot nas escoras é compensada com a flexão das escoras. Além de o peso ter baixado, a ausência de pivots requer menos manutenção, melhora a rigidez lateral do chassis e otimiza o funcionamneto do amortecedor, bem como a cinemática.

A Stumpjumper conta ainda com o RX Tune, um sistema progressivo do amortecimento que otimiza o funcionamento desta zona tão sensível, evitando bombeios excessivos e mantém a eficácia de pedalada, bem como a utilização total do curso disponível (130 mm).

Um dos pormenores mais importantes desta bicicleta é a possibilidade de ajustar a geometria, com um sistema simples e eficaz. O Flipchip permite optar entre ter um comportamento mais vivo nas descidas ou mais estável. Na prática permite um ajuste real que ronda o meio grau.

Nova Specialized Stumjumper: a rainha do Trail

Este modelo inclui ainda um protetor de escora mais silencioso, com um design ondulado. É superleve, mas muito eficaz e funcional.

A Stumpjumper estará disponível também em versões de alumínio, mas com todos os benefícios das versões em carbono.

O quadro em Portugal vai custar 3.199 euros (em carbono), oscilando o preço dos modelos entre os 2.199 euros da versão mais barata em alumínio, até aos 9.999 euros da versão S-Works.

Conhece melhor todos os detalhes e a gama completa clicando AQUI.