Volta ao Algarve vai ter transmissão televisiva

A Volta ao Algarve foi oficialmente apresentada hoje, destacando-se a transmissão televisiva assegurada pela Eurosport e pela TVI24, bem como a presença de alguns dos melhores ciclistas do mundo.
Carlos Pinto
Volta ao Algarve vai ter transmissão televisiva
Volta ao Algarve vai ter transmissão televisiva

A Volta ao Algarve terá transmissão em direto em 83 países. Toda a Europa será coberta pela transmissão da Eurosport, mas desta vez existe a novidade de a Noruega poder também ver a corrida em canal aberto, através da TV2. O canal pan-europeu também levará a Volta ao Algarve à Austrália e à Ásia. Pela primeira vez, a América Latina, território de adeptos entusiastas da modalidade, viverá a prova em direto, através da Claro Sports. Em Portugal os diretos de todas as etapas poderão ser vistos na Eurosport 2 e na TVI 24, estando ainda programadas quatro repetições diárias, em diferentes horários, nos canais 1 e 2 da Eurosport.

A lista de inscritos junta 25 corredores do top 100 mundial, além de quatro das cinco melhores equipas do ranking coletivo internacional de 2019. Em ano de Jogos Olímpicos, estão na corrida os campeões olímpicos de estrada, Greg van Avermaet (CCC Team), e de omnium (ciclismo de pista), Elia Viviani (Cofidis), também campeão europeu de estrada. Vão ainda pedalar na Volta ao Algarve o campeão do mundo de contrarrelógio, Rohan Dennis (Team INEOS), e o campeão da Europa da mesma disciplina, Remco Evenepoel (Deceuninck-Quick-Step), o campeão mundial de ciclocrosse e uma das figuras das clássicas na estrada, Mathieu van der Poel (Alpecin-Fenix), o tricampeão mundial de contrarrelógio em sub-23, Mikkel Bjerg (UAE Team Emirates), o campeão mundial de madison (ciclismo de pista) Roger Kluge (Trek-Segafredo), além de três homens que já foram campeões mundiais de estrada, Michal Kwiatkowski (Team INEOS), Philippe Gilbert (Lotto Soudal) e o português Rui Costa (UAE Team Emirates), que regressa a esta corrida na qual não competia desde 2014.

A lista de inscritos inclui ainda Vincenzo Nibali (Trek-Segafredo), um dos dois únicos ciclistas em atividade que já conquistaram as três grandes voltas por etapas, assim como o vencedor do Tour de France em 2018 e da Volta ao Algarve em 2015 e 2016, Geraint Thomas (Team INEOS). Outros especialistas em provas por etapas de quem se esperam bons desempenhos na corrida portuguesa são Bauke Mollema (Trek-Segafredo), Daniel Martin (Israel Start-Up Nation), Maximilian Schachmann (Bora-hansgrohe), Miguel Ángel López (Astana Pro Team) e Tim Wellens (Lotto Soudal).

A Volta ao Algarve vai ainda receber sprinters com provas dadas, como o ciclista em atividade com maior número de vitórias na carreira, André Greipel (Israel Start-Up Nation), Alexander Kristoff (UAE Team Emirates), Cees Bol (Team Sunweb), Danny van Poppel (Circus-Wanty Gobert), Fabio Jakobsen (Deceuninck-Quick-Step), Jasper Styuven (Trek-Segafredo), John Degenkolb (Lotto Soudal) ou Matteo Trentin (CCC Team).

Estas são as etapas da edição deste ano:

19 de fevereiro: 1.ª Etapa: Portimão – Lagos, 195,6 km

20 de fevereiro: 2.ª Etapa: Sagres – Fóia (Monchique), 183,9 km

21 de fevereiro: 3.ª Etapa: Faro – Tavira, 201,9 km

22 de fevereiro: 4.ª Etapa: Albufeira – Malhão (Loulé), 169,7 km

23 de fevereiro: 5.ª Etapa: Lagoa – Lagoa, 20,3 km (CRI)