Miguel Ángel López assina pela Movistar

O colombiano, vencedor da etapa rainha do Tour deste ano, assinou contrato com a Movistar por uma temporada, convertendo-se na quinta contratação da equipa espanhola.
Carlos Pinto
Miguel Ángel López assina pela Movistar
Miguel Ángel López assina pela Movistar

Não era nenhum segredo que havia conversações entre a Movistar e o colombiano, mas só agora foi oficializada a sua contratação. Depois de seis temporadas na Astana Pro Team, onde obteve 17 vitórias - o "Superman", como é conhecido no pelotão - vai correr por uma temporada na equipa WorldTour dirigida por Eusebio Unzué, convertendo-se na quinta contratação após o ingresso de Iván Cortina, Gonzalo Serrano, Gregor Muhberger e Abner González.

No seu palmarés destacam-se resultados de relevo como pódios na Volta a Itália, onde foi 3º e o melhor jovem em 2018, e na Volta a Espanha, tendo sido terceiro em 2018, ganhando duas etapas e o 5º lugar final em 2019.

A sua estreia no Tour, este ano, ficou marcada pela vitória na etapa rainha (Col de la Loze) e pela luta até final por um lugar no pódio em Paris. A dois dias do fim era o terceiro classificado, mas um fraco contrarrelógio em La Planche des Belles Filles fez com que caísse para a sexta posição final.

Miguel Ángel López assina pela Movistar

Vencedor do Tour de Porvenir em 2014, no palmarés de Miguel Ángel López também pontificam vitórias gerais em provas de alto nível, como a Volta à Suíça (2016), ou a Volta à Catalunha (2019), bem como na Volta à Colômbia (2019), clássicas de prestígio como a Milão-Turim (2016); e vitórias em chegadas de montanha no Algarve, Burgos, Áustria, Trentino ou Oman.

29 CICLISTAS CONFIRMADOS PARA 2021

Com a entrada de Miguel Ángel López, são 29 os cilistas para a próxima temporada na Movistar: Juan Diego Alba (COL), Jorge Arcas (ESP), Héctor Carretero (ESP), Dario Cataldo (ITA), Gabriel Cullaigh (GBR), Iñigo Elosegui (ESP), Imanol Erviti (ESP), Iván García Cortina (ESP), Abner González (PUR), Juri Hollmann (GER), Johan Jacobs (SUI), Matteo Jorgenson (USA), Miguel Ángel López (COL), Lluís Mas (ESP), Enric Mas (ESP), Sebastián Mora (ESP), Gregor Mühlberger (AUT), Mathias Norsgaard (DEN), Nelson Oliveira (POR), Antonio Pedrero (ESP), José Joaquín Rojas (ESP), Einer Rubio (COL), Sergio Samitier (ESP), Gonzalo Serrano (ESP), Marc Soler (ESP), Albert Torres (ESP), Alejandro Valverde (ESP), Carlos Verona (ESP) e Davide Villella (ITA).