Será que o peso importa assim tanto ao andar de bicicleta?

Tens algum amigo que mudou um componente da bicicleta para a aligeirar dizendo que se nota bastante essa diferença, embora ande com uma mochila carregada até cima? Até que ponto ficamos obcecados com o peso?
Yago Alcalde e Carlos Pinto -
Será que o peso importa assim tanto ao andar de bicicleta?
Será que o peso importa assim tanto ao andar de bicicleta?

É fácil responder a esta pergunta, já que as leis da física são de fácil aplicação neste caso. A primeira pergunta que devemos fazer é: será que é assim tão importante para nós demorar um pouco mais de tempo a realizar uma subida? Evidentemente, para um atleta, isto é fundamental. No entanto, para um betetista ou ciclista amador demorar mais ou menos tempo a chegar ao topo de uma subida não é relevante. Por isso, podemos dizer que o peso importa quanto mais competitivo fores. Além disso, importa somente nas subidas, já que em retas, as diferenças são muito pequenas entre uma bicicleta que pesa 9 kg e uma que pesa 13. Em subida, quanto mais pendente houver, mais importante será o peso. E devemos falar sempre de peso total, isto é, o peso do ciclista mais a bicicleta. Por isso, e dado que o corpo corresponde a 80-90% do peso total, costuma ser mais eficaz e mais barato reduzir o peso corporal do que o da bicicleta. Emagrecer 2 kg é mais simples do que retirar 2 kg à bicicleta. Por isso, se és um ciclista competitivo, ajustar o peso é seguramente a forma mais efetiva de ir mais rápido numa subida, tal como treinar mais. Como é lógico, é possível emagrecer até um certo limite, que não deve ser ultrapassado pois corremos o risco de prejudicarmos o nosso estado de saúde.

Para calcular a influência do peso sobre o tempo que podemos perder ou ganhar numa subida existem várias plataformas nas quais se introduzirmos algumas variáveis podemos conhecer estes dados. Fizemos algumas simulações em subidas bastante conhecidas do nosso país, uma mais curta e inclinada bem como outra mais longa. Na subida mais curta e inclinada (4,1 km a 11% de inclinação), o nosso tester de 75 kg gastou 29m11, enquanto o de 80 kg gastou 30m50. A diferença foi de 1m39. Por sua vez, numa subida mais longa de 10,8 km a 5,8% de inclinação, o de 75 kg demorou 44m37, enquanto o de 80 demorou 46m46, o que significa uma diferença de 2m09.