Última hora: Volta a Portugal adiada

A notícia foi avançada pela RTP, Media partner oficial da prova organizada pela Podium. A prova deveria decorrer entre 29 de julho e 9 de agosto.
Carlos Pinto
Última hora: Volta a Portugal adiada
Última hora: Volta a Portugal adiada

A notícia deixou todos surpreendidos. É certo que o Governo autorizou a realização da prova, tendo aprovado o projeto de sanidade proposto pela Federação Portuguesa de Ciclismo, com as devidas restrições (ajuntamentos, controlos Covid-19, "bolhas" sanitárias, etc), mas as recentes declarações do Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo e, mais recentemente, do Presidente da edilidade de Viseu, o cenário ficou muito complicado. Os dois autarcas salientaram que não se sentiam confortáveis em autorizar a passagem da prova nas suas localidades, tendo sugerido o adiamento da prova.

Também a Câmara Municipal da Guarda decidiu ponderar a autorização de passagem da prova, preferindo avaliar o estado da pandemia. Sendo assim, o adiamento foi a solução imediata, salientando a organização que "fica em suspenso a possibilidade de se efetuar a corrida ainda em 2020, se entretanto forem reunidas condições e todos os intervenientes estiverem de acordo quanto a uma nova data".