Julian Alaphilippe, vencedor do prémio Vélo d´Or

O francês da Deceuninck-Quick Step foi eleito o melhor ciclista do ano pela revista Vélo Magazine, à frente de Egan Bernal e Primoz Roglic. O "novo canibal", como é apelidado no seio do pelotão internacional, sucedeu a Alejandro Valverde.
Revista Ciclismo a fundo Fotos: Alexis Réau/L’Équipe -
Julian Alaphilippe, vencedor do prémio Vélo d´Or
Julian Alaphilippe, vencedor do prémio Vélo d´Or

Julian Alaphilippe foi eleito o vencedor do Velo d´Or, prémio concedido pela revista "Vélo Magazine" ao melhor ciclista da temporada 2019 e em cujo historial sucede ao espanhol Alejandro Valverde, vencedor em 2018.

Após uma temporada a todos níveis extraordinária, o francês da Deceuninck-Quick Step foi eleito o vencedor deste troféu - o equivalente à "Bola de Ouro" - à frente do colombiano Egan Bernal - vencedor da Volta a França - e do esloveno Primoz Roglic, vencedor da Volta a Espanha e número um do ranking mundial da UCI.

Alaphilippe teve uma temporada de altíssimo nível, na qual alcançou 12 vitórias de prestígio, entre elas a Fléche-Wallone, a Milão-San Remo, Strade Bianche, duas etapas na Volta a França, duas etapas na Volta a San Juan, Colômbia 2.1, Tirreno Adriático, Itzulia e Criterium du Dauphiné. Além disso, foi um dos protagonistas da Volta a França na qual, além de ganhar duas etapas, liderou durante 14 dias finalizando no quinto posto. Julian Alaphilippe, vencedor do prémio Vélo d´Or

O ciclista de Saint-Amand-Montrond, de 27 anos, é o segundo francês que consegue ganhar este galardão, após Laurent Jalabert, vencedor em 1995. O Vélo d´Or (a Bicicleta de Ouro) é um galardão entregue anualmente, desde 1992, pela revista francesa especializada Velo Magazine ao melhor ciclista do ano por um juri internacional. O primeiro ciclista a ganhar este troféu foi Miguel Indurain (em 1992 e 1993) e o ciclista que mais vezes ganhou foi o também espanhol Alberto Contador (quatro vezes).

No seu palmarés encontramos grandes nomes das últimas décadas: Rominger, Jalabert, Museuw, Ullrich, Pantani, Cipollini, Boonen, Bettini, Cancellara, Gilbert, Wiggins, Froome, Sagan... Lance Armstrong ganhou por cinco vezes, contudo - tal como aconteceu no Tour - foi despojado dos seus galardões após ter reconhecido ter-se dopado.

Espanha, com sete vitórias, é o país que mais vezes ganhou o Vélo d´Or, com Indurain, Contador e Valverde, enquanto a Grã Bretanha ganhou por quatro vezes com Bradley Wiggins (2012) e Chris Froome (2013, 2015 e 2017).

Rui Costa foi 5º classificado na votação em 2013, contudo nenhum português ficou no top 3 até hoje.