Bike around Portugal: etapa 33

Depois de uma incrível etapa com mais de 100km, ao longo de ciclovias e estradas fantásticas, chegámos ao nosso destino! Apesar de longa, foi uma etapa fenomenal! Hoje tivemos um pouco de tudo! Pedalámos na agitação das grandes cidades, descobrimos uma pequena capela construída num rochedo, atravessámos a Ria de Aveiro de ferry e desfrutámos dos melhores caminhos da natureza.
António Gavinho -
Bike around Portugal: etapa 33
Bike around Portugal: etapa 33

Continuamos a nossa aventura, agora já no caminho que dentro de alguns dias nos levará até casa. Com uma longa etapa pela frente, com mais de 100km, deixámos a bonita cidade do Porto cedinho, numa despedida que se fez pela magnífica ponte D. Luis.

Bike around Portugal: etapa 33

Atravessámos o rio Douro e pedalando pela sua margem, passámos pelo Cais de Gaia, uma zona turística onde as esplanadas, os vários restaurantes e as famosas Caves do Vinho do Porto são alguns dos atrativos mais valorizados. É também daqui que partem inúmeras excursões pelo Douro acima, com destino à bonita e internacionalmente conhecida região vinhateira do Alto Douro.

Através da Ciclovia da Marginal de Gaia fomos ao encontro do Atlântico. Passámos perto da Reserva Natural Local do Estuário do Douro, um local fantástico para a observação de aves. Prosseguimos junto à costa, num percurso mais movimentado, mas onde ainda assim foi possível pedalar por longas secções em pleno silêncio e harmonia com a natureza.

Bike around Portugal: etapa 33

As vistas sobre o mar e as praias, foram uma constante ao longo do dia, mas as águas (um pouco frias) não foram muito convidativas a mergulhos.

Já perto de Miramar, a mítica Capela do Senhor da Pedra, cativa todas as atenções. Construída no topo de uma rocha e virada de costas para o mar, a pequena capela é simbolismo de uma fragilidade que é forte, e ao mesmo tempo quase irreal, mas verdadeira, pois observada de longe, ocorre-nos logo que poderá ser engolida numa noite de tempestade… mas o facto é que já tem mais de três séculos e ainda assim, ali está tão firme. Este é um lugar único, repleto de lendas e histórias de outros tempos, num local de culto com mais de 2 mil anos.

Continuámos para sul, num misto de ciclovias e estradas, passando em algumas cidades mais movimentadas, como Esmoriz. Aqui, especial destaque para a fantástica ciclovia por passadiços. Foi assim, que num ritmo calmo e rolante acabámos por encontrar a Ria de Aveiro que nos levou até à fantástica Reserva Natural das Dunas de S. Jacinto.

Bike around Portugal: etapa 33

A Ria de Aveiro, só por si já é um local mágico. Considerada uma Zona de Proteção Especial, surgiu como resultado de um recuo do mar e com a posterior formação de cordões litorais que deram lugar a uma laguna. Aqui existe uma verdadeira harmonia natural e a vida da fauna e da flora é abundante. Por sua vez, a Reserva Natural (que se situa na Ria de Aveiro), consiste numa estreita península arenosa que separa as águas salgadas do Atlântico, das águas doces do rio Vouga e desempenha um papel fundamental, enquanto cordão dunar que estabelece esta separação.

Bike around Portugal: etapa 33

Cruzámos o rio, através do Ferry, passámos por Aveiro e fomos em direção à Praia da Costa Nova, de onde são conhecidas as famosas casinhas às riscas que tanta cor dão àquele local. Seguimos por mais umas ciclovias e estradas juntas à ria, até que chegámos à Praia da Mira, onde vamos ficar a descansar!