comitium

O que é que define a pressão máxima que podemos colocar? A roda ou o pneu?

Sempre pensámos que o pneu é que define a pressão máxima que se pode pôr numa roda, mas por vezes pode ser a própria roda

Iván Mateos

O que é que define a pressão máxima que podemos colocar? A roda ou o pneu?
O que é que define a pressão máxima que podemos colocar? A roda ou o pneu?

Vais montar uns pneus novos nas tuas rodas e já estás a olhar fixamente para o flanco onde está mencionada a pressão máxima de 4 bar? E se a roda indicar uma restrição de 3 bar? A lógica diz que devemos optar pela restrição, certo?

Na verdade, neste caso devemos respeitar sempre o valor indicado na roda. Vejamos este exemplo: Shimano Deore XT M8000, com aros em alumínio, um par de rodas para cross country, desenhadas para uma utilização específoca. O seu aro, produzido com o intuito de acautelar a leveza, sofreu uma poupança em termos de material para conseguir ser mais ativa e ágil. O peso numa roda é provavelmente o que mais se nota numa bicicleta. Por isso é normal que tenha esse tipo de restrição. 

Na verdade, este tipo de pressões não são habituais, e em regra estão acima das pressões recomendadas para uma boa aderência, firmeza e amortecimento. O problema não vem da pressão do pneu em andamento, mas sim da pressão aplicada ao talonar um pneu Tubeless. Se não tivermos cuidado ou se utilizarmos um compressor, a pressão repentina pode chegar aos 5-6 bar, podendo danificar a roda, que poderia até chegar a rasgar-se. 

 

Nossos destaques