comitium

Scott Genius, a referência nas bicicletas de Trail

Analisamos a fundo este modelo da marca de origem norteamericana que desperta paixões no Trail. Uma bicicleta com uma enorme polivalência e com alguns segredos técnicos que explicamos a seguir.

BIKE para Scott

Scott Genius, a referência nas bicicletas de Trail.
Scott Genius, a referência nas bicicletas de Trail.

Desde os primórdios do BTT, existem características que todos nós exigimos numa bicicleta, como a polivalência, o conforto e a sua aptidão para subidas que duram horas ou descidas complicadas e que transmitam segurança e diversão. Estas características são muito frequentes nas bicicletas atuais de Trail (com cursos entre os 120 e os 140 mm).     


A Scott Genius foi totalmente renovada, partindo do trabalho realizado na Spark com que Nino Schurter domina o panorama mundial de XCO, mas com características adaptadas a uma utilização muito mais polivalente.

Mas se nos focarmos na bicicleta que supõe o ponto de partida quanto a polivalência e capacidade de adaptação, esta é a Scott Genius, uma referência no mercado devido ao seu sistema de suspensão e geometria. Uma bicicleta de topo com 150 mm de curso, que com o passar dos anos se tem potenciado, começando na disciplina de Maratonas (lembramos que em 2003 foi a vencedora do Campeonato do Mundo de Maratonas pelas mãos de     Thomas Frischknecht, precisamente antes de ser lançada no mercado), até chegar aos dias de hoje onde a sua utilização é mais divertida e agressiva, roçando as aptidões de uma bicicleta 100% de Enduro. 


A Genius 15 anos depois mantém a mesma filosofía: versatilidade e capacidade de adaptação graças a um engenhoso amortecedor de curso duplo.

A sua “magia” reside num cocktail entre uma geometria milimetricamente estudada, o sistema de suspensão Twin Loc, a possibilidade de escolher dois tipos de rodas e um peso muito baixo. Estes são os motivos pelos quais a Genius é a referência das bicicletas de trail:

LEVEZA, A ASSINATURA DA SCOTT

Quando a Scott põe as mãos à obra e fabrica um quadro de carbono de alto nível como esta Genius, não o faz somente seguindo as normas convencionais da indústria nem os conceitos usados anteriormente. Como impulsonador da indústria e mestre na área do carbono, a marca presta especial atenção a todas as pequenas peças que compõem um quadro. E fá-lo procurando sempre o menor peso possível, sem comprometer outras características como a rigidez ou a resistência.  


No caso da Genius, o quadro está fabricado com carbono HMX e emprega a tecnologia Evolap com a qual se otimiza a quantidade de fibras de carbono e a sua disposição, contando com uma alta complexidade (com umas 400 pequenas lãminas de carbono no triângulo dianteiro, 250 nas escoras superiores e 240 nas escoras inferiores, por exemplo) que se traduz numa maior rigidez e resistência com o menor peso possível.


As paredes dos tubos foram submetidas a horas de estudo e de simulações de fadiga, com o resultado que vês: mais material nas zonas mais submetidas a torsões, como a zona que suporta o amortecedor. Detalhes que tornam esta marca especial. 

O resultado é um peso de 2.249 g (tamanho M, com pequenas peças e amortecedor), um valor que baixa até aos 2.180 g no modelo que tivemos a oportunidade de testar (sem aperto de selim nem alguns parafusos).


Comprovámos o peso com os nossos próprios olhos.

Um peso que o converte no quadro mais leve em termos de bicicletas da sua categoria, com cursos até 150 mm, e ao nível de muitas bicicletas de XC-Maratonas de suspensão total. 


O espaço está calculado para albergar as baterias do Shimano Di2.


O triângulo traseiro seccionado revela os reforços aplicados nas zonas de unão como a ponte das escoras traseiras.

TWINLOC, A VARINHA MÁGICA


Um comando e um sistema que hoje em dia praticamente ninguém conseguiu superar.

A tecnologia da Scott faz com que, como se de uma varinha mágica se tratasse, passemos dos 150 mm de curso e da absorção e suavidade extraordinária que oferecem as câmaras EVOL das suspensões FOX, para somente 110 mm, conferindo uma ajuda extra quando temos de pedalar em zonas agrestes. Mas não reduz somente o curso, também modifica a curva de progressividade acentuando-a, mantendo-nos mais elevados (um sag menor) e, assim, afastando a pedaleira e os pedais do solo, mas com a sensibilidade e tato suave que caracteriza as suspensões da Genius.

Subidas por estrada ou terrenos de terra batida? Isso não é problema para a Genius, já que a terceira posição do Twin Loc é um bloqueio completo da suspensão e do amortecedor (com uma pequena margem na passagem de óleo para não forçar os pistons em caso de receber um impacto), permitindo subir como numa bicicleta rígida.

 O “KOM” DA VERSATILIDADE

Porque ser “The King of the Mountain” não é exclusivamente fazer os troços cronometrados das redes sociais o mais rápido possível; Ser Rei da Montanha também é dar o peito às balas em toda e qualquer situação, quer seja acompanhando o amigo que não deixa de ir fazer uma maratona perto de casa, mas cuja quilometragem se aproxima dos três dígitos e o desnível é impronunciável, ou acompanhando aquele amigo que procura os trilhos mais exigentes da serra e que vai sempre com as joelheiras e cotoveleiras postas. 

Ao referido anteriormente devemos acrescentar que a Genius é compatível com rodas de 27,5" bem como de 29" e és tu que escolhes que rodas queres montar. A Scott incorporou uma ancoragem para o amortecedor que podemos inverter, modificando a geometria em 0.6º, algo que torna equivalente um diâmetro da roda ao outro sem a necessidade de fazer outras modificações como alterar a suspensão. Se optarmos pela medida 27,5", podemos verticalizar a geometria passando de uma direção de 65º para 65.6º e um tubo de selim de 74.7º para 75.3º, fazendo com que a bicicleta tenha uma resposta mais viva em situações de subidas com terreno solto e com elevada pendente. Se optarmos pelas rodas de 29" podemos desfrutar de um comportamento, velocidade e estabilidade praticamente igual ao de uma bicicleta de Enduro. A Scott recomenda a utilização de pneus entre 2.5 e 2.8" com rodas de 27.5" e entre 2.4 e 2.6" no caso das 29". 

Aqui na BIKE já tivemos a oportunidade de testar a Genius, uma bicicleta que rompe todos os moldes pré-estabelecidos. Estivemos nos Alpes italianos durante três dias e subimos aos montes mais altos sempre com vistas impressionantes, como o Mont Blanc e o Matterhorn. 


Falta o oxígénio mas não a vontade de andar de bicicleta. Com a Genius chegámos a uma altura considerável e descemos bastante rápido. 100% Mountain Bike.

Fizemos subidas de várias horas com uma respiração cada vez mais difícil, seguidas de uma cadência de pedalada intensa por entre os montes alpinos, repletos de rochas e zonas desniveladas de alta montaña. E a descida? Como não podia deixar de ser, foi feita através de trilhos muito abruptos aos quais se seguiam curvas rápidas, e outras ainda mais rápidas, saltos e relevês feitos em grande velocidade… e a Genius bem como o seu Twin Loc estavam como peixe na água em todas as situações, bastando para tal mexer um dedo apenas alguns milímetros. 


Este modelo 900 Tuned (disponivel na versão 700 com rodas de 27,5”) custa 7.799,99€.

Desde os "picanços" em subida com os companheiros de pedalada, passando por sessões de treino ou mesmo num roteiro soft, acreditamos que a Genius é capaz de satisfazer absolutamente todas estas facetas. 

Alguns dos momentos da apresentação:

Mais informações em www.scott-sports.com.

Nossos destaques