Teste: bolsa de selim Pro Direct Mount

Quem já possui um selim da Pro não pode deixar de prestar atenção a esta bolsa de selim pois possui um encaixe que deixa a bolsa perfeitamente integrada e imóvel.
Carlos Pinto
Teste: bolsa de selim Pro Direct Mount
Teste: bolsa de selim Pro Direct Mount

Agora que a chuva voltou, ter uma boa bolsa de selim que seja robusta, impermeável ou pelo menos resistente à água e que tenha uma volumetria que permita guardar os ítens essenciais (câmara de ar suplente, multi-ferramenta, minibomba ou botija de Co2, kit de tacos ou remendos), é quase obrigatório.

Andar de bicicleta com os bolsos do jersey cheios nem sempre é cómodo, além de que se chover corremos o risco de molhar ou sujar (com detritos) o que tivermos nos bolsos traseiros, já para não falar do suor - o que, como sabemos, corrói tudo o que seja metálico.

A bolsa de selim Pro Direct Mount é específica para uma utilização com os selins da própria Pro, dado que inclui um encaixe na parte superior, o qual é acoplado a uma peça (fornecida juntamente com a bolsa) e que se coneta ao selim. Os selins Pro mais recentes trazem na parte traseira (junto aos carris) uma zona com duas perfurações que permite acoplar, entre outras coisas, esta bolsa. O sistema é composto por duas peças (macho/fêmea) de fácil encaixe/desencaixe, sendo ambas produzidas em plástico de boa qualidade. Além disso, o encaixe colocado na bolsa é aparafusado e não colado, aumentando a sua durabilidade.

A volumetria da bolsa é boa, já que tem capacidade para 0,6l, com a zona interna protegida por material agradável ao toque e que evita danificar tudo o que colocarmos lá dentro. A parte superior, onde está o parafuso que mantém o suporte preso, possui uma rede. Isto permite guardar - e manter seguro -, por exemplo, o cartão de cidadão, uma mini-ferramenta, etc.

Para evitar que a bolsa abra em excesso, a lateral da bolsa inclui um tecido elástico. Isto impossibilita que o material caia para o chão quando abrimos a bolsa na totalidade. O material de construção é de boa qualidade (EVA), sendo duradouro e fácil de limpar. Basta passar com um toalhete ou pano húmido e fica como novo. Também gostámos do material que envolve o fecho, muito semelhante ao tratamento vulcanizado e que repele a água. Na generalidade a bolsa repele bem a água e inclui ainda uma banda refletora que envolve toda a parte visível da bolsa.

Quem usa selins pouco largos pode não gostar da largura da bolsa, mas é o preço a pagar por conseguir levar tudo aquilo que tipicamente levamos no bolso do jersey - à exceção, talvez, do smartphone -, num conjunto que pesa apenas 110 gramas e com um sistema de acoplamento muito eficaz e que evita o típico "achocalhar" de alguns sistemas de correias.

Gostámos do conceito, da facilidade de utilização e já nem pensamos em voltar às bolsas antigas.

O MELHOR

  • Volumetria
  • Sistema de acoplamento eficaz
  • Resistência do material

A MELHORAR

  • Não compatível com outros selins

PREÇO: 49,95€

DISTRIBUIDOR: Sociedade Comercial do Vouga

SITE: www.scvouga.pt e www.pro-bikegear.com