Nova Merida eOne Sixty 2020 apresentada

A ebike de BTT com mais sucesso da Merida, a eOne Sixty, foi renovada na coleção de 2020 que conhecemos em exclusivo numa apresentação oficial. Este modelo não chegará ao mercado nacional antes de outubro, mas já a conseguimos testar e acredita que a espera valerá a pena.
Julio Vicioso; Fotos: Merida e Kike Abelleira -
Nova Merida eOne Sixty 2020 apresentada
Nova Merida eOne Sixty 2020 apresentada

A Merida eOne Sixty original ocupou o seu espaço por méritos próprios entre as melhores ebikes de BTT com 160 mm de curso graças às suas qualidades que a mantiveram no mercado até este ano. Uma traseira de alumínio, um sistema de amortecimento super eficiente e uma estabilidade que a levou a ser catalogada como uma bike de Enduro rápida foram os principais motes.

Llega la Merida e One Sixty 2020

A nova eOne Sixty para 2020 mantém a mesma base da eOne Sixty, tendo sido atualizada a nível de integração. 

Llega la Merida e One Sixty 2020

Estarão no mercado três modelos, todos eles em fibra de carbono no triângulo principal, e o basculante será de alumínio, exatamente o mesmo da versão anterior. Os preços, embora ainda não haja confirmação oficial, oscilarão entre os 5.500 euros da versão 5000, passando pelos 6.000 euros da versão 8000 e a 10k que vês nesta apresentação deve chegar perto dos 9.000 euros, com duas baterias de série e uma mochila Evoc FR Trail e-Ride de 20 litros especialmente desenhada para as bicicletas elétricas. 

Llega la Merida e One Sixty 2020

A razão pela qual de momento só haverá modelos de fibra de carbono tem a ver com a rigidez do triângulo dianteiro, onde está situada a bateria interior e é neste triângulo que está a entrada da mesma na parte inferior do tubo diagonal. Além disso. a direção é de 1.5" para alcançar uma maior precisão na parte dianteira da bicicleta. Completando esta parte, há um bloqueio interno da direção para evitar que a suspensão possa bater na parte inferior do tubo diagonal. Nesta zona foram colocadas duas proteções de borracha. O peso anunciado no tamanho M sem pedais ronda os 21,930 kg

No triângulo dianteiro há outro aspeto que chama a atenção: duas inserções de alumínio perto da direção. Estas duas entradas, denominadas Thermo Gate, servem como difusores da temperatura da bateria.  

Llega la Merida e One Sixty 2020

A bateria é uma Shimano 8035 de 500Wh (que se solta através de dois parafusos) e por cima desta foi colocada uma tampa de borracha, a qual é mais suave na parte exterior, para evitar ao máximo o ruído proveniente do impacto de pedras. Se precisares de mudar a bateria podes recorrer à chave Allen de 4 mm que está alojada no próprio eixo traseiro. 

Llega la Merida e One Sixty 2020

Graças à integração da bateria, é possível utilizar um porta bidon na sua posição tradicional com uma curiosa configuração de 5 parafusos. Na verdade, estes furos servem para segurar uma peça que serve de guia interior que sujeita todos os cabos da bicicleta, evitando ruídos.  

Quanto às rodas, os engenheiros da marca optaram pela utilização de 29" na parte dianteira e 27,5" na traseira, com as DT Swiss Hybrid 1200 específicas para ebikes. Trazem pneus Maxxis - Minion DHR atrás e Assegai à frente -. De série inclui um guardalamas, tanto à frente como atrás.  

Llega la Merida e One Sixty 2020

Na escora direita foi introduzido um protetor de borracha suave, o qual evita os ruídos provenientes da corrente. 

Llega la Merida e One Sixty 2020

Outros pontos importantes são a montagem do novo espigão telescópico Merida Expert TR, que terá 170 mm nos tamanhos L e XL, 150 mm no tamanho M e 125 mm no tamanho S. O seu funcionamento depende do comando SL-MT-800, o qual é de altíssimo nível e no lado esquerdo do guiador a escolha recaiu no comando SW-7000 (com botões em vez de gatilhos, o que proporciona um cockpit mais limpo e ergonómico). 

Llega la Merida e One Sixty 2020

Durante dois dias pudemos rolar na nova eOne Sixty nos arredores de Girona, com dois embaixadores da marca como Jose Antonio Hermida e Toni Ferreiro, aos quais se uniu mais tarde Joaquim Purito Rodriguez. O melhor resumo da nova eOne Sixty é que é melhor em todos os aspetos face à versão anterior, sem perder a sua essência. É divertida, ágil, tremendamente capaz tanto a subir como a descer e sempre com a naturalidade do Shimano Steps 8000, que confere mais qualidade a esta bicicleta e lhe permite ter uma traseira mais compacta, o que é uma das grandes mais valias desta eOne Sixty. 

Llega la Merida e One Sixty 2020

A geometria variou ligeiramente, com uma direção na ordem dos 65.5º, um pedaleiro mais baixo (agora as eOne Sixty trazem cranques de 165 mm) e com um tubo de selim verticalizado até aos 75.5º. 

Llega la Merida e One Sixty 2020

A ebike perfeita não existe, mas esta nova geração da Merida eOne Sixty vai certamente superar os pergaminhos da anterior, a qual já era a mais premiada a nível internacional da história da Merida. 

Llega la Merida e One Sixty 2020