Publicidade

Sabes como funciona o sistema Trailsync da BMC?

O espigão telescópico e o amortecedor funcionam sincronizados.
Mountainbikes.pt -
Sabes como funciona o sistema Trailsync da BMC?
Sabes como funciona o sistema Trailsync da BMC?

Várias marcas dispõem de tecnologias capazes de adaptar o comportamento das suspensões e as geometrias bastando somente o movimento de um polegar num comando: o TwinLoc da Scott, o Gemini da Cannondale ou o ShapeShifter da Canyon, mas apenas um o faz em função da posição do espigão de selim: o sistema Trailsync da BMC.

A empresa suíça foi a pioneira neste sentido (veremos mais conceitos similares dentro de pouco tempo e já com a eletrónica como pilar de funcionamento), regendo-se da simbiose entre o espigão telescópico e o amortecedor: habitualmente, quando baixamos o espigão é porque estamos numa descida, por isso precisamos de um amortecimento mais suave e absorvente. 

O Trailsync não modifica a geometria, mas sim o comportamento do amortecedor. Ao carregar no botão do comando e baixando o espigão, um mecanismo interno que é atuado consoante a altura desse mesmo espigão, aciona o controlo do amortecedor, abrindo a compressão para uma maior suavidade. Quando descomprimimos o espigão de selim telescópico, o Trailsync fecha a compressão, preparando o amortecedor para um tipo de prestação mais firme, para podermos pedalar sem um bombeio excessivo

Sabe mais acerca deste sistema em www.bmc-switzerland.com

Utilizamos cookies próprias e de terceiros para facilitar e melhorar a navegação, mostrar conteúdo relacionado às suas preferências e coletar informações estatísticas. Se você continuar navegando, consideramos que você aceita seu uso. Mais informação.