Publicidade

Tour: Rui Costa tentou, mas Sagan levou a melhor

O eslovaco importante-se com autoridade, após um ataque nos quilómetros finais do português Rui Costa (UAE Emirates). Amanhã será o primeiro grande teste para os favoritos.
Revista Ciclismo a fundo -
Tour: Rui Costa tentou, mas Sagan levou a melhor
Tour: Rui Costa tentou, mas Sagan levou a melhor

Em Colmar vimos a melhor versão de Peter Sagan, após um ano que está a ser atípico (lê a entrevista que realizámos ao ciclista na revista Ciclismo a fundo número 3, que está nas bancas). Sagan esteve ao seu melhor nível num sprint após uma fuga de Rui Costa nos quilóemtros finais, o qual foi apanhado já nos derradeiras metros. A etapa foi categorizada pela média montanha. Todos os favoritos tinham em mente a exigente jornada de amanhã, com sete subidas e final em La Planche des Belles Filles (7 km a 8,7%), na qual se podem marcar as primeiras diferenças notáveis.

Apenas metade do pelotão esteve na luta pela vitória. Muitos sprinters (Viviani, Groenewegen, Ewan, Kristoff...) ficaram cortados em Cóte des Trosi-Épis, uma subida de segunda categoria a 35 km da meta, perante um ritmo duro imposto pelos ciclistas da Bora e da Sunweb, que não deixaram de lutar pelas opções de Sagan e Matthews. O trabalho da equipa alemã foi o que triunfou.

Após uma tentativa de Rui Costa, que colocou em cheque o pelotão, tudo se decidiu na reta da meta. Daryl Impey fez um grande trabalho de lançamento para o seu companheiro Matteo Trentin, mas quando o italiano começou a sprintar emergiu Peter Sagan, saindo pela esquerda, impondo-se sobre o talento belga Wout Van Aert e sobre o campeão da Europa Trentin, segundo e terceiro. Michael Matthews apenas foi 7º. É a 12ª vitória no Tour do três vezes campeão do mundo, que enverga a camisola verde e volta a mostrar a sua melhor versão. 

Na classificação geral não há alterações significativas, para além do facto de Peter Sagan entrar no top-10 (é 9º), e Van Aert, que é 2º, ganha 6 segundos de bonificação fruto do segundo posto, o que o deixa a 14" do líder Alaphilippe. 

Amanhã (quinta feira) chega a primeira grande jornada de montanha, com 160,5 km, a qual inclui sete subidas, três delas de 1ª categoria (incluindo o mítico Ballon d´Alsace, a primeira subida realizada na história do Tour, em 1905), e final em La Planche des Belles Filles, após uma subida de 7 km a 8,7%. Os favoritos terão obrigatoriamente de estar alerta.

Poderoso Sagan en Colmar

CLASSIFICAÇÃO DA 5ª ETAPA

Poderoso Sagan en Colmar

CLASSIFICAÇÃO GERAL

Poderoso Sagan en Colmar

 

 

 

Utilizamos cookies próprias e de terceiros para facilitar e melhorar a navegação, mostrar conteúdo relacionado às suas preferências e coletar informações estatísticas. Se você continuar navegando, consideramos que você aceita seu uso. Mais informação.