Publicidade

Fabio Aru vai ter de ser operado

O ciclista da UAE Team Emirates vai ter de ser operado à artéria ilíaca e não participará na Volta a Itália.
Revista Ciclismo a fundo Foto: Arquivo EFE -
Fabio Aru vai ter de ser operado
Fabio Aru vai ter de ser operado

Já notávamos que algo se passava, pois o ciclista italiano esteve algo apagado na Volta ao Algarve e não quis dizer o que se passava, mas os exames mais recentes confirmaram a necessidade de fazer uma cirurgia. 

O ciclista italiano, vencedor da Volta a Espanha em 2015, irá perder a Volta à Catalunha, esta semana, e a Volta a Itália pois vai ser operado nos próximos dias à artéria ilíaca.

Aru, que levantou pela última vez os braços em sinal de vitória em 2017, na quinta etapa da Volta a França, teve de abandonar recentemente o París-Nice e tinha previsto reaparecer na Volta à Catalunha, mas terá de permanecer três meses inativo, segundo o parecer do departamento médico. 

Devido aos seus problemas na artéria ilíaca, Aru não recebia o aporte adequado de sangue quando tentava fazer um esforço máximo, com a consequente perda de potência. 

Os exames médicos demonstraram que há uma constrição da artéria ilíaca, um caso relativamente raro que acontece no ciclismo profissional devido à posição que se adota no ciclismo e que pode piorar ao longo dos anos. 

Fabio Aru será submetido a uma angioplastia no hospital Nuovo Ospedale di Prato e ficará em repouso absoluto durante um mês. O prazo estimado para o seu regresso é de três ou quatro meses. 

 

 

Utilizamos cookies próprias e de terceiros para facilitar e melhorar a navegação, mostrar conteúdo relacionado às suas preferências e coletar informações estatísticas. Se você continuar navegando, consideramos que você aceita seu uso. Mais informação.