Publicidade

Volta a França: Thomas e Bernal são apontados como favoritos

Os dois ciclistas da equipa Ineos lideram o ranking de candidatos em todas as casas de apostas.
Revista Ciclismo a fundo Foto: Bettini -
Volta a França: Thomas e Bernal são apontados como favoritos
Volta a França: Thomas e Bernal são apontados como favoritos

O grave acidente sofrido por Chris Froome enquanto fazia o reconhecimento do contrarrelógio no Critérium du Dauphiné - que o manterá afastado da competição, pelo menos, até ao final deste ano -, mudou a lista de candidatos à vitória na Volta a França deste ano. Froome esteve no lugar cimeiro nas casas de apostas, seguido por Tom Dumoulin (Sunweb) e pelo seu companheiro na Ineos, Geraint Thomas, vencedor do Tour de 2018. 

Tudo mudou radicalmente com a queda de Froome, passando a ser o galês Thomas a encabeçar uma lista que tem logo no lugar imediato o seu colega de equipa Egan Bernal. A Ineos - com os seus 46 milhões de euros de orçamento anual - é a equipa que vai levar o contingente mais forte para o Tour e já garantiu que, apesar da queda de Thomas ontem - que não passou de um susto - ele será o líder indiscutível na Volta a França, apesar de haver sites a dizer, sem qualquer fundamento, que Bernal assumirá a liderança. A tática da Ineos será dar liberdade a Bernal, pois com a quantidade de montanha existente na edição deste ano do Tour, ele poderá ser um sólido plano B.

Outra mudança importante nos últimos dias é a subida de Jakob Fuglsang ao terceiro posto na lista das apostas, após uma temporada espetacular, com vitórias na Volta à Andaluzia, Liége-Bastogne-Liége e Critérium du Dauphiné, além de ter sido segundo no Strade Bianche, terceiro no Tirreno-Adriatico, quarto na Itzulia, terceiro na Amstel Gold Race e segundo na Fléche Wallone. A sua regularidade ficou comprovada há bem pouco tempo no Dauphiné - considerado a antecâmara do Tour - o que multiplica o seu favoritismo. Além disso, este ex-atleta de BTT (competiu na Taça do Mundo ao mais alto nível), estará numa das formações mais fortes e em forma do pelotão - a Astana - que já soma 28 vitórias este ano e que vai levar um bloco sólido para a montanha, com Lutsenko, Pello Bilbao, Gorka Izaguirre, Omar Fraille, Magnus Cort, Luis León Sánchez,...)

Das quatro casas de apostas que consultámos, em três delas aparece Fuglsang como o terceiro na lista... e na outra é quarto. Por seu lado, Tom Dumoulin é ainda uma incerteza, devido às especulações que circulam acerca do estado do seu joelho. 

Esta é a lista dos favoritos:

  1. Geraint Thomas (Team Ineos)

  2. Egan Bernal (Team Ineos)

  3. Jakob Fuglsang (Astana Pro Team)

  4. Tom Dumoulin (Team Sunweb)

  5. Adam Yates (Mitchelton-Scott)

  6. Richie Porte (Trek-Segafredo)

  7. Nairo Quintana (Movistar Team)

  8. Thibaut Pinot (Groupama-FDJ)

  9. Enric Mas (Deceuninck-Quick Step)

  10. Steven Kruijswijk (Jumbo Visma)

  11. Mikel Landa (Movistar Team)

  12. Romain Bardet (Ag2r La Mondiale)

  13. Vincenzo Nibali (Bahrain Merida)

  14. Rigoberto Urán (EF Education First)

  15. Wout Poels (Team Ineos)

 

 

Utilizamos cookies próprias e de terceiros para facilitar e melhorar a navegação, mostrar conteúdo relacionado às suas preferências e coletar informações estatísticas. Se você continuar navegando, consideramos que você aceita seu uso. Mais informação.