Publicidade

Tour: Pinot, Fuglsang, Urán e Landa em maus lençóis numa etapa marcada pelo vento

Os três primeiros ficaram cortados devido ao vento, enquanto Landa perdeu mais tempo devido a uma queda. Nesta etapa a vitória foi para Wout Van Aert qua bateu os melhores sprinters do Tour.
Revista Ciclismo a fundo Fotos: Bettini -
Tour: Pinot, Fuglsang, Urán e Landa em maus lençóis numa etapa marcada pelo vento
Tour: Pinot, Fuglsang, Urán e Landa em maus lençóis numa etapa marcada pelo vento

Cada etapa do Tour esconde mil e uma surpresas. E ontem esta frase fez mais sentido do que nunca. Numa jornada à priori relativamente calma, percorrendo estradas algo sinuosas, a verdade é que esta foi a etapa mais decisiva de todas as que decorreram nesta edição do Tour. Sobretudo devido ao vento e aos sucessivos cortes que foram ocorrendo, fazendo com que as aspirações de Thibaut Pinot, Jakob Fuglsang e Rigoberto Urán tenham ido pelos ares (literalmente)! Os três - tal como Richie Porte -  perderam 1´40" na linha de meta em Albi, após uma infrutífera perseguição de 35 km a tentar alcançar o grupo principal. 

Mikel Landa foi outro dos azarados do dia, mas no seu caso devido a uma queda provocada por Warren Barguil. Nelson Oliveira, Marc Soler e Erviti tentaram recolar Landa, mas não foi possível, perdendo tempo que poderá ser irrecuperável. Neste momento o único líder da Movistar é Nairo Quintana, que esteve sempre muito atento na cabeça de corrida. Giulio Ciccone - 2º à geral - também foi apanhado pelo corte provocado pelo vento e entrou na linha de meta juntamente com Mikel Landa. 

A equipa Ineos - os principais "causadores" juntamente com a Deceuninck-Quick Step das escaramuças - foi a principal beneficiada desta louca etapa, após a qual Geraint Thomas e Egan Bernal sobem à 2ª e 3ª posições da geral, a 1´12" e 1´16", respetivamente, do líder Julian Alaphilippe. 

Após uma dura batalha contra o vento, a vitória na 10ª etapa foi decidida entre um seleto grupo de 30 ciclistas, com quase todos os grandes sprinters deste Tour, como Elia Viviani, Peter Sagan, Caleb Ewan, Michael Matthews, Sonny Sollbrelli, Matteo Trentin... Mas todos eles foram batidos por Wout Van Aert (Jumbo Visma), o fenómeno belga que vem do ciclocrosse e que não deixa de nos surpreender. Nos últimos metros protagonizou um duelo com Elia Viviani, mas levou a melhor.

Hoje é o primeiro de dois dias de descanso, antes de o pelotão enfrentar três etapas de montanha e o único contrarrelógio individual deste Tour, de 27,2 km. 

CLASSIFICAÇÃO DA 10ª ETAPA

Pinot, Fuglsang, Urán y Landa, damnificados en una etapa enloquecida por el viento

CLASSIFICAÇÃO GERAL

Pinot, Fuglsang, Urán y Landa, damnificados en una etapa enloquecida por el viento

 

 

 

Utilizamos cookies próprias e de terceiros para facilitar e melhorar a navegação, mostrar conteúdo relacionado às suas preferências e coletar informações estatísticas. Se você continuar navegando, consideramos que você aceita seu uso. Mais informação.